SEJAM BEM VINDOS!

Muitas ideias que expressavam sonhos. Muitos ideais que se manifestaram na simples reflexão de ser útil além das funções que exercemos ao menos por um instante. Várias alternativas a nossa frente e muitos obstáculos.

Um dia percebi que deveria ser útil universalmente, pensei e pensei como ascender a esta condição, pois, não possuía nenhum dom especial. No entanto, sou um homem que gosta de escrever. Explorei este caminho, pois as palavras e ideias são muito poderosas e podem servir para inspirar pessoas na sua trajetória vital.

Sou historiador um guardião da memória e pesquisador. Sou poeta de expressões líricas e sociais. Não sei se o que penso é certo ou errado, mas sei que aprendo e ensino dentro de um contexto imperfeito.

Este é meu universo virtual, um lugar de divulgação de minhas humildes e imperfeitas obras literárias e científicas.

sábado, 8 de junho de 2013

VERSOS IMPERFEITOS. INTENÇÕES VERDADEIRAS.


Esta obra poética foi tecida em 2004 e se tornou a quarta de meu acervo. Não foi lançada.
Nem sempre o que se escreve agrada a todas as pessoas. Pois, escreve-se muito, mas não se consegue dizer nada!
Assim apresentam-se as poesias dessa obra. Já que elas tentam expressar de forma criativa, as intenções que procuram conquistar e demonstrar o amor.
É certo que nesta breve coletânea, as poesias expressam mais que o amor romântico. Eis que elas viajam pelos encantos do amor universal. Mas só que de forma ambígua e complexa de compreender pela razão.
Foi buscando dar uma característica mágica as poesias, que viajei além da compreensão.  Surpreendo-me quando leio minhas criações! Pois, o que numa primeira leitura me demonstrava, já em uma segunda, abria um novo horizonte totalmente diferente. E assim consecutivamente.
Eis que considerei que meus versos são imperfeitos porque não seguem um caminho único, uma estética, uma mágica somente. E sim se tornam simples, mas sempre carregados de intenções verdadeiras.
São as intenções verdadeiras as essências das criações poéticas desse livro. Sendo que sem elas, os versos não seriam imperfeitos, já que nunca existiriam! 


DISPONÍVEL GRATUITAMENTE PARA LEITURA NO ENDEREÇO:

Nenhum comentário:

Postar um comentário