SEJAM BEM VINDOS!

Muitas ideias que expressavam sonhos. Muitos ideais que se manifestaram na simples reflexão de ser útil além das funções que exercemos ao menos por um instante. Várias alternativas a nossa frente e muitos obstáculos.

Um dia percebi que deveria ser útil universalmente, pensei e pensei como ascender a esta condição, pois, não possuía nenhum dom especial. No entanto, sou um homem que gosta de escrever. Explorei este caminho, pois as palavras e ideias são muito poderosas e podem servir para inspirar pessoas na sua trajetória vital.

Sou historiador um guardião da memória e pesquisador. Sou poeta de expressões líricas e sociais. Não sei se o que penso é certo ou errado, mas sei que aprendo e ensino dentro de um contexto imperfeito.

Este é meu universo virtual, um lugar de divulgação de minhas humildes e imperfeitas obras literárias e científicas.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

VOZ INTERIOR!

O que me resta!

O que me resta,
É escrever uma poesia,
Com uma certa quantia,
De melancolia.

O que passou,
Muita coisa levou.
Mas o pouco que ficou,
Muito marcou.

Vivo com o destino demarcado,
Completamente cercado,
Por um passado,
Que nunca foi esgotado.

Só lembrança,
Utópica esperança.
Sem confiança,

Numa futura bonança.


Para ler ou baixar gratuitamente visite o endereço:

Nenhum comentário:

Postar um comentário