SEJAM BEM VINDOS!

Muitas ideias que expressavam sonhos. Muitos ideais que se manifestaram na simples reflexão de ser útil além das funções que exercemos ao menos por um instante. Várias alternativas a nossa frente e muitos obstáculos.

Um dia percebi que deveria ser útil universalmente, pensei e pensei como ascender a esta condição, pois, não possuía nenhum dom especial. No entanto, sou um homem que gosta de escrever. Explorei este caminho, pois as palavras e ideias são muito poderosas e podem servir para inspirar pessoas na sua trajetória vital.

Sou historiador um guardião da memória e pesquisador. Sou poeta de expressões líricas e sociais. Não sei se o que penso é certo ou errado, mas sei que aprendo e ensino dentro de um contexto imperfeito.

Este é meu universo virtual, um lugar de divulgação de minhas humildes e imperfeitas obras literárias e científicas.

domingo, 22 de dezembro de 2013

Horizonte Terminal

APENAS UM TRECHO DA FICÇÃO CIENTÍFICA HORIZONTE TERMINAL QUE ESTA DISPONÍVEL NO ENDEREÇO:

...(continuação)

Sem grande surpresa os humanos se preparavam da maneira que podiam, para enfrentar o pior. Eis que mais uma profecia começava a acontecer, sendo que esta fora feita pelo mago Nostradamus. Citava-se o seguinte:

“Quando o grande cometa aparecer, o Governo cairá,
Fome, doença, fogo e sangue inundarão o Ocidente.
Fim da riqueza, tudo será provocado pela vinda
De sediciosos carecas de pele iluminada”.

Esta profecia parece ter sido feita naquele instante, já que, era como um espelho da situação do mundo, principalmente do continente americano e europeu. Onde o fogo se alastrava entre casas e plantações, o sangue derramado se encontrava com mais facilidade que a água, e a fome que atingia a população de origem pobre, agora chegava as pessoas até então que possuíam uma reserva de provimento maior, mais que com o decorrer dos meses não conseguiram manter este provimento. Porque o “dinheiro” que era credito do chip implantado nas pessoas não funcionava mais por falta de rede adequada. A única coisa que ainda persistia heroicamente, era os Governos. Que além do problema alienígena, tinha que manter a ordem e encontrar soluções para os diversos problemas gerados pela guerra.
Devido á fome, as precárias condições de higiene e moradia, as doenças como a cólera, peste bubônica, pneumonia, tuberculose, meningite, varíola e outras doenças se propagaram como uma “simples gripe”, e seu controle, prevenção e meios de curar, eram insuficientes.
Uma grande quantidade de pessoas morriam a todo momento, porém uma grande parte resistia as doenças. Muitos pessimistas vendo esta situação que a humanidade passava comentavam que para o fim dos seres humanos na Terra, não necessitaria do ataque dos Reptilians. No entanto o destino prega peça até em extraterrestre. Eis que as mesmas doenças que causavam a morte de milhares de humanos (mas com certa dificuldade), virou-se contra os zetas, e por sorte dos humanos estas doenças quase que exterminaram a presença de alienígenas, nas Américas, Europa, China, Índia, Japão, Paquistão e Bangladesch, em menos de dez dias. Por este motivo o contingente de zetas que já ultrapassavam 55 milhões, foi reduzido a 600 mil alienígenas aproximadamente. (continua...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário